Posts

RED Academy reinventa a educação em Vancouver

Existem as faculdades tradicionais de publicidade e design que se estuda durante 4 anos, existem os famosos boot camps que você adquire habilidades em intensas 12 semanas, e existe a RED Academy, um College completamente diferente que oferece cursos inovadores, de 3 a 24 meses, nas áreas de desenvolvimento de web e aplicativos, UX design e marketing digital.

Na publicação do jornal Georgia Straight, a gerente de admissões do College,Ciara Hamagishi, conta que RED é abreviação de “redefining education”, que significa redefinindo educação, pois o principal objetivo da RED Academy é oferecer um ensino inovador, uma experiência única de estudo e trabalho para os jovens que vem se aventurar no Canadá, através de um método exclusivo oferecendo o que há de mais tecnológico no mercado de digital.

O principal diferencial é que o college é a réplica de um ambiente de trabalho, como uma agência de publicidade, e isso não se limita apenas ao espaço colorido e descontraído, pois na RED os alunos trabalham com clientes reais como startups e ONGs. Geralmente no período da manhã os professores não falam mais do que 15/20 minutos e na sequência os alunos já colocam em prática aquilo que foi ensinado, e no período da tarde são realizadas reuniões com seus clientes e juntos desenvolvem projetos promissores, assim adquirindo conhecimento e experiência de como funciona o mercado na prática.

A RED Academy foi inaugurada em Vancouver em 2015 e fica localizada na West Broadway. Hoje já possui campus em Toronto (Ontário) e Londres (Inglaterra) e busca cada vez formar mais jovens qualificados. Além de possuir um time de coaching de carreira para auxiliarem os alunos, realiza feiras profissionais para que os estudantes mostrem seu talento e criatividade aos recrutadores. Como diz Hamagishi “Nossa garantia, é que desde que os estudantes se dediquem, trabalharemos com cada um deles até se posicionarem no mercado de trabalho.”

Veja a matéria na íntegra aqui: https://www.straight.com

Para saber mais sobre a Red Academy, fale com a Nexus Intercâmbio e solicite um orçamento.

 

Por que o BCIT tem conquistado tantos estudantes internacionais?

 Você quer estudar em Vancouver mas ainda não sabe onde?

Planejar seu intercâmbio pode não ser uma tarefa fácil com tantas opções de Colleges, mas o British Columbia Institute of Technolgy, tem ajudado muita gente nessa decisão. Além de ser muito respeitado no Canadá, o BCIT  já está virando a instituição favorita dos estudantes internacionais pelo seus diversos diferenciais, pois não só de aulas dinâmicas um bom College é feito.

Por que todo mundo quer estudar no BCIT?

Os cursos tem foco no mercado de trabalho e por isso o índice de empregabilidade após a formação chega a 90%. Isso acontece pois além da ótima reputação, os instrutores do BCIT são ativos em suas carreiras e carregam anos de experiência no mercado local, o que contribuirá para um rico aprendizado. As salas de aula com poucos alunos faz com que o aprendizado seja potencializado e também auxilia na aproximação com os professores e no network.

Os programas são estimulantes, pois foram desenvolvidos para o aluno aprender na prática, então são realizados muitos projetos sobre empresas canadenses ao longo do curso.

 

Como são os programas?

O College oferece duas principais modalidades de programas: full-time e part-time. Esta segunda tem ganhado a preferência dos estudantes internacionais pela sua carga horária e preço acessível. Ele foi idealizado para quem busca se atualizar e conhecer melhor o mercado canadense. Conta com mais de 200 opções de cursos diferentes em diversas áreas como tecnologia, administração, economia, engenharia, saúde entre outras.

Os programas full-time são intensivos e o aluno precisa se dedicar integralmente aos estudos, enquanto os part-time podem ser feito de forma flexível, pois o aluno que monta sua grade curricular; permitindo trabalhar, estudar e aproveitar o que há de melhor na cidade.

Outra vantagem é que o programa não requer pagamento integral desde o começo. O pagamento é realizado por semestre/termo, então o estudante poderá manter, entre um semestre e outro, seu dinheiro aplicado rendendo no banco. Além disso, é preciso ter um bom nível de inglês para acompanhar as aulas, mas o College não exige exames como TOEFL ou IELTS então mais um dinheiro será poupado.

Estudar é bom, mas poder curtir o verão é melhor ainda. O BCIT geralmente tem um intervalo em agosto e, diferente do Brasil, esse período não é pago. Segundo as leis da imigração no Canadá, durante os breaks oficiais o estudante tem permissão para trabalhar 40hs semanais, assim poderá aumentar sua renda. Clique aqui para conhecer melhor as regras da imigração.

As aulas iniciam em Janeiro, Abril e Setembro, com matrículas abrindo em Outubro, Fevereiro e Maio respectivamente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É elegível para aplicar ao PGWP?

Sim! O BCIT é um College público e atende a todos os requisitos para a solicitação do Post-graduation Work Permit, o famoso PGWP.

Onde a BCIT fica?

O BCIT tem diversas unidades pela região: Vancouver (Downtown), North Vancouver, Richmond, Delta e Burnaby que é a principal unidade. Todos tem fácil acesso via transporte público.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como faço para me inscrever ou saber mais informações?

Garanta já sua vaga e faça sua pré-matrícula já! As matrículas abrem dia 25/10! Para saber mais sobre o curso e tirar suas dúvidas, clique aqui

 

 

Afinal, o que é o PGWP?

O Canadá é um dos destinos preferidos para alunos do mundo todo, seja para cursos de línguas (inglês e francês), Colleges ou Universidades.

Além de suas provícias apresentarem elevado índice de qualidade de vida, segurança e estabilidade econômica, as Instituições de ensino são muito boas e com preço relativamente mais baixo que outros países, como os Estados Unidos, por exemplo.

Outro fato que gera bastante interesse de alunos internacionais é que algumas instituições de Ensino Superior no Canadá , com carga horária full-time, permitem que o aluno trabalhe part-time durante os estudos, e depois de graduado, em alguns casos específicos, aplique para o Post Graduation Work Permit.

Mas afinal, o que é o PGWP que tanto se fala por aí? Quem é elegível para aplicar?

Work Permit

Post Graduation Work Permit Program

O Post Graduation Work Permit (PGWP), é um documento que permite que alunos graduados em Instituições de Ensino Superior, com carga horária equivalente a full-time, duração superior a 8 meses e registradas pelo Governo canadense (Universidades e Colleges públicos, geralmente) apliquem para tentar conquistar a tão valiosa experiência de trabalho canadense.

Ou seja, após se graduarem em uma Instituição de Ensino Superior Pública Canadense, o aluno torna-se elegível para aplicar para este programa.

Quando (e se) aceito pela imigração, o aluno graduado poderá ter a permissão de trabalhar full-time durante um período de até 3 anos.

Vale lembrar que tanto o próprio PGWP como a sua duração depende única e exclusivamente dos Oficiais de Imigração do Canadá e das regras vigentes no período da aplicação do mesmo.

E se você também quer morar e estudar no Canadá, é só clicar aqui. 

 

Fontes:

http://www.cic.gc.ca/english/resources/tools/temp/students/post-grad.asp

http://students.ubc.ca/career/resources/work-permits/post-graduation-work-permit

passaporte

Nova regra para vistos de Estudante no Canadá – 2016

Como era:

Quem vai para o Canadá fazer um College ou Universidade mas não possui o nível de inglês suficiente para acompanhar as aulas, precisa fazer aulas de inglês (pathway) para atingir o nível de inglês exigido para assim poder ingressar na instituição de ensino superior.

Até dia 13 de julho de 2016 estes alunos recebiam o visto de estudos com validade baseada nos dois cursos, que contava desde o começo das aulas de inglês até o término do College. Apesar de precisarem de uma carta condicional com o pré-requsito do inglês, o visto emitido já supunha que o aluno atingiria o nível de inglês exigido e já migraria automaticamente para o College, sem precisar solicitar nenhuma mudança ou extensão de visto.

 

Como vai ser:

A partir de 14 de julho de 2016, alunos que vierem para o Canadá para um College ou Universidade mas que precisam antes estudar o Pathway (de até 24 semanas), não mais receberão o visto de estudos. Estes alunos receberão antes o visto de turista para cursar o Pathway e só após a conclusão do curso com o nível exigido pela instituição superior, o aluno poderá solicitar a troca de status de Turista para Estudante, para assim ingressar no College e ter direito a trabalhar 20h semanais. Sim, infelizmente as taxas do Governo para emissão de visto precisarão ser pagas novamente e toda a comprovação de renda também deverá ser apresentada novamente. Caso o aluno estude por mais de 24 semanas de Pathway, o visto será de estudos baseado apenas no período de pathway, e não de College.

Anteriormente, como já dito, o visto do aluno, apesar de ser um visto condicional, era baseado nos dois cursos e permitia 20h semanais de trabalho após o término do Pathway e início do College. Sabemos que alunos de Pathway não estão autorizados a trabalhar, mas estava sendo observado que alguns alunos antes de terminar o Pathway já estavam trabalhando. Então, pode-se observar que esta mudança de visto foi realmente algo realizado para que as regras fossem seguidas de fato.

Outra coisa que muda também é em relação ao visto dos acompanhantes do estudante. Enquanto o aluno estiver no pathway com o visto de turista, o cônjuge não mais terá direito a um visto de trabalho, mas sim de visitante. O Cônjuge terá o direito do work permit apenas após a conclusão do pathway, mudança do status do visto do estudante e ingresso no College. Assim como, obviamente, o aluno do College só poderá começar a trabalhar 20h semanais após esta mudança de visto e INÍCIO do College. O mesmo vai valer para os filhos ingressarem na escola, isto só será possível também após a conclusão do pathway e mudança de status do estudante.